Breve como o tempo

Se Deus não dorme abraçado com Tom Jobim. Por favor, me dê só uma noite, Santo Pai. Uma noite. Num bar. Qualquer bar. Preciso dum trago só. Dois, se não for abuso, e olhá-lo de longe. Me bote ali, num banquinho ao lado do banheiro, perto daquele negócio onde os cavalheiros escarravam. E me traga … Continue lendo Breve como o tempo

Anúncios

De repente você desperta. Abre a janela. A primeira brisa da manhã bate como um sorriso. Respira fundo. Silêncio. Um carro passa. Ao fundo um galo atrasado anuncia o novo dia. As necessidades chamam e como é bom estar funcionando, quanta bênção mora numa cagada. Bem-te-vis e maritacas e todo tipo de pássaros voam por … Continue lendo

Mas eu não sabia que você sabia que a vida é tão boa

Para cada verso dez verões, cem tristezas e muito mais cada passo constrói o morto, o morto que na ilusão da vida até sambou sambou sambas que Maria Angélica jamais sambaria, e como isso doía entre tribos, morros e Maria Angélica, o que há depois do teto? sonhos flutuam ao redor da casa, sonhos que … Continue lendo Mas eu não sabia que você sabia que a vida é tão boa